quinta-feira, 9 de novembro de 2017

BRASILEIRÃO A 2017 / VITÓRIA 3 X 1 PALMEIRAS


Ufa ! Vitória atropela o Palmeiras e encerra jejum no Barradão

Não foi o atropelo prometido pelo presidente Agenor Gordilho, mas foi um triunfo com autoridade. Com bela atuação, o Vitória venceu o Palmeiras por 3 a 1, na noite desta quarta-feira (8), no Barradão.

Com dois gols de Yago e um de Tréllez, o Rubro-Negro deu fim ao jejum de três meses sem triunfos no seu estádio. Além de voltar a comemorar uma vitória em casa, o Leão encheu seus torcedores de esperança para a reta final da Série A.

Com 38 pontos, o time baiano saiu da zona de rebaixamento e subiu para a 16ª colocação, com dois pontos a mais que o Sport, primeiro do Z-4, com 36. Os comandados de Vagner Mancini agora terão mais uma difícil missão longe de Salvador, diante do Grêmio, no próximo domingo (12).

O JOGO

O Vitória começou bem a partida e abriu o placar logo aos cinco minutos. David fez grande jogada pelo meio e abriu com Patric, que cruzou na área. Tréllez deu uma ajeitadinha e Yago tocou no canto sem chances para Fernando Prass.

Já aos 14 minutos, o Rubro-Negro aumentou o placar. Após falha da zaga do Palmeiras, Tréllez avançou da intermediária, invadiu a grande área e tocou por baixo das pernas de Prass para fazer o segundo.

Mas, cinco minutos depois, o time paulista diminuiu. Kenu cruzou bola da esquerda, a defesa do Vitória cometeu a falha de sempre e o baixinho Dudu, na pequena área desviou de cabeça nas redes.

Um minuto depois, o Verdão quase empatou. Keno fez outra boa jogada e rolou para Erik chutar cruzado. Fernando Miguel salvou com a ponta dos dedos. 

Porém, aos 39, o Leão marcou o terceiro. Zé Welison fez belo lançamento para David, que rolou para Fillipe Soutto chutar na entrada da área e acertar o zagueiro. No rebote, Yago dominou e fuzilou o canto direito de Prass para fazer seu segundo gol no jogo.

O Vitória voltou bem para o segundo tempo e quase aumentou o placar aos três minutos. Após cobrança de falta da direita, Tréllez desviou de cabeça e Fernando Prass fez grande defesa para evitar.

Porém, aos 17 minutos, o Vitória perdeu um jogador. Uillian Correia fez falta na entrada da área recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo.

Mas, a expulsão não abalou o time baiano, que seguiu com a bela atuação que lhe trouxe de volta o triunfo em casa aos gritos da torcida de "o Barradão voltou"!

Ficha Técnica

Vitória 3 x 1 Palmeiras

Brasileirão Série A - 33ª rodada

Local : Barradão, em Salvador (BA)

Data/Horário : 08/11/2017, às 20h45 (de Salvador)

Cartões amarelos : Uillian Correia, Yago, Zé Welison, Renê Santos (VIT); Mayke (PAL)

Cartões vermelhos : Uillian Correia (VIT)

Gols : Yago-2, Tréllez (VIT)

Vitória : Fernando Miguel; Patric, Kanu, Wallace e Geferson, José Welison (Carlos Eduardo), Fillipe Soutto (Ramon), Uillian Correia e Yago (Renê Santos); David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Palmeiras : Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Bruno Henrique (Fernando), Tchê Tchê e Moisés; Keno (Guerra), Dudu e Erik (Roger Guedes). Técnico: Alberto Valentim.

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Vitória 3 x 1 Palmeiras

Árbitro : Dewson Fernando Freitas (PA/FIFA) 

Assistentes : Hélcio Araújo Neves (PA) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)

 Assistentes adicionais : Andrey da Silva E Silva (PA) e Djonaltan Costa de Araújo (PA)


O Colombiano Tréllez abriu o placar


Yago marcou duas vezes


Torcida do Palmeiras lotou o Barradão


Palmeiras marca um gol 


Torcida grita : O Barradão voltou !


Mancini valoriza a entrega dos atletas

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

domingo, 5 de novembro de 2017

BRASILEIRÃO A 2017 / BAHIA 2 X 0 PONTE PRETA


Bahia vence a Ponte Preta e sobe na tabela

Os mais de 20 mil torcedores que compareceram à Arena Fonte Nova, neste domingo (5), fizeram a festa com o Bahia. O Tricolor venceu a Ponte Preta por 2 a 0 e ficou cada vez mais perto de eliminar as chances de rebaixamento para a Série B.

Mendoza e Edigar Junio marcaram os gols do triunfo importante. Com o resultado, o Esquadrão foi aos 42 pontos ganhos e subiu para a décima colocação da Série A.

O time baiano pode confirmar sua permanência na elite do Brasileirão na próxima quarta-feira (8), quando enfrenta o Avaí fora de casa.

O JOGO

O Bahia abriu o placar aos 26 minutos. Allione fez bom passe para Mendoza, que tocou na saída de Aranha para abrir o placar.

Aos 45, a Ponte Preta quase empatou. Nino Paraíba avançou pela direita e cruzou na área. Claudinho tentou completar, mas mandou longe do gol.

No último minuto da partida, o Esquadrão ainda marcou o segundo. Após boa troca de passes , Mendoza ajeitou de cabeça para Edigar Junio chutar forte e balançar as redes.

Ficha Técnica

Bahia 2 x 0 Ponte Preta

Brasileirão Série A – 32ª rodada

Local : Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data/Horário: 05/11/2017, às 17h (Horário da Bahia)

Cartões amarelos : Yago (PON); Edigar Junior (BAH)

Gols : Mendoza e Edigar Junio (BAH)

Bahia : Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca (Thiago Martins) e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Vinícius (Juninho) e Allione (Régis); Zé Rafael, Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

Ponte Preta : Aranha; Nino Paraíba, Yago, Rodrigo e Jeferson; Fernando Bob; Claudinho, Elton, Jádson (Léo Artur) e Maranhão (John Kleber) (Emerson); Lucca. Técnico: Eduardo Baptista.

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Bahia 2 x 0 Ponte Preta

Árbitro : Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ).

Assistentes : Rodrigo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)

Assistentes adicionais : Rodrigo Nunes de Sá e Pathrice Wallace Corrêa Maia (ambos do RJ)


Mendoza abre o placar


Perigo contra o Tricolor


Jogo com muitas faltas


Torcida na alegria


Edgar Junio fecha o placar


Torcedor invade o campo

Foto por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

BRASILEIRÃO SÉRIE A 2017 / BAHIA 2 X 1 VITÓRIA


Bahia vence o Vitória e se afasta do Z-4

Em mais um BAVI marcado pela tensão e confusões entre jogadores, o Bahia levou a melhor e venceu o Vitória por 2 a 1, neste domingo (22), na Arena Fonte Nova. Mendoza e Edigar Junio marcaram os gols do Tricolor. Wallace descontou.

Com o resultado, o Esquadrão subiu na tabela e se distanciou da zona de rebaixamento. O time do Fazendão foi aos 38 pontos e assumiu a 11ª colocação.

Já o Rubro-Negro voltou a viver momentos turbulentos no campeonato. Com seus 33 pontos, na 16ª colocação, o Leão pode voltar ao Z-4 em caso de triunfo da Ponte Preta ou Avaí.

O JOGO

Bahia e Vitória fizeram um primeiro tempo de pouca emoção e remotas chances claras de gol.

A primeira boa oportunidade só veio aos 34 minutos. Em contra-ataque, David avançou pela esquerda, invadiu a área e chutou na rede pelo lado de fora.

A resposta do Bahia foi aos 41 minutos. Mendoza recebeu bola na esquerda, entrou na área e chutou forte. Caíque espalmou para evitar.

Mas, no segundo tempo, a rede foi balançada logo no primeiro minuto. Wallace falhou ao tentar cortar na área e ajeitou para Mendoza tocar no canto de Caíque.

O Rubro-Negro respondeu aos 15. Depois de roubar bola, David chutou de fora da área e acertou a trave.

Aos 25, o Leão assustou mais uma vez. Tréllez recebeu na área, tocou na saída de Jean e a bola passou muito perto da trave.

Aos 29 minutos, O Tricolor quase marcou o segundo. Eduardo arriscou chute, a bola desviou em Wallace e Caíque fez bela defesa para evitar.

Mas, aos 37 minutos, o Vitória conseguiu marcar. Após cobrança de escanteio, a zaga do Bahia falhou na área e Wallace mandou na rede para se redimir e empatar.

Aos 42, o Bahia assustou. Régis achou Edigar Junio na área, o atacante tentou o chute cruzado e Caíque se esticou para espalmar e salvar.

Mas, na cobrança do escanteio, o Tricolor marcou. Após cobrança de escanteio, a bola foi desviada na área e sobrou para Edigar Junio, sem marcação fazer o segundo e garantir o triunfo.

Ficha Técnica

Bahia x Vitória

Brasileirão Série A – 30ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data/Horário: 21/10/2017 (Horário da Bahia)

Cartões amarelos : Ramon, Neilton, Fred (VIT); Mendoza, Edigar Junio (BAH)

Gols : Mendoza, Edigar Junio (BAH); Wallace (VIT)

Bahia : Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Edson, Renê Júnior, Allione (Thiago Martins) e Zé Rafael (Matheus Sales); Mendoza (Régis) e Edigar Junio. Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

Vitória : Caíque; Caíque Sá, Wallace Fred e Juninho; Ramon, Uillian Correia (André Lima), Yago (Danilinho) e David; Neilton (Cleiton Xavier) e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Bahia 2 x 1 Vitória

Árbitro : Marcelo de Lima Henrique (RJ)

 Assistentes : Michael Correia e Silbert Faria Sisquim.

 Assistentes adicionais : Leonardo Garcia Cavaleiro e Carlos Eduardo Nunes Braga


Torcida única na Arena Fonte Nova


Mendoza abre o placar


gol de Wallace para o rubro-negro e cala a torcida


Edigar Junio marca o gol da vitória tricolor


Um fato lamentável ! O jogador do Vitória, Trélles chama de macaco o jogador Renê Júnior do Bahia


Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

BRASILEIRÃO 2017 A / BAHIA 2 X 0 CORINTHIANS


Bahia derruba o Corinthians na Arena Fonte Nova

O Bahia deu um passo importante na briga contra o rebaixamento na Série A, neste domingo (15). A equipe comandada por Carpegiani não tomou conhecimento do líder Corinthians, e com apoio da massa tricolor na Fonte Nova bateu os alvinegros por 2 a 0, contando com gol de Vinícius.

Com a vitória o tricolor deu um salto na tabela de classificação, onde ocupa a 10ª posição, se distanciando da zona de rebaixamento do Brasileirão.

Na próxima rodada o Bahia vai ao Rio de Janeiro encarar o Flamengo, em confronto agendado para quinta-feira (19).

O jogo

Apesar de jogar contra a equipe líder do Brasileirão, o Bahia começou a partida pressionando o Corinthians na Fonte Nova. A primeira chance apareceu aos 13 minutos, com Edgar Junio, que passou pela marcação e bateu rasteiro, com a zaga do Tião cortando e quase marcando gol contra.

O Esquadrão chegou a abrir o placar aos 18 minutos, com Rodrigão, mas a arbitragem assinalou impedimento do centroavante tricolor.

No melhor lance do Bahia no primeiro tempo, Zé Rafael tentou chute colocado, mas Cássio fez grande defesa e salvou os paulistas.

Pelo lado do Timão, a melhor oportunidade veio com Jô, que recebeu cruzamento de Romero e cabeceou firme, mas Jean estava lá para salvar o Bahia.

Segundo tempo

A exemplo do que aconteceu no início da partida, o Bahia voltou do intervalo disposto a pressionar o Timão. Logo aos cinco minutos, Rodrigão fez boa jogada, avançou e tentou o chute, mas foi travado pela defesa. Na sequência, Vinícius tentou o chute, com a bola passando perto do gol defendido por Cássio.

O Esquadrão seguiu superior, mais ligado e com mais posse de bola na partida, abrindo o placar aos 26. Edgar Junio aproveitou cochilo de Fágner e roubou a bola, que ficou com Vinícius. O meia girou rápido e bateu firme, sem chances para Cássio. Bahia 1 a 0.

Atrás no placar, o Timão até tentou sair para o jogo, mas o tricolor segurou bem o resultado, com a massa tricolor fazendo uma linda festa nas arquibancadas da Fonte.

Para completar o clima de festa, o Bahia aproveitou o desespero corintiano nos acréscimos. O goleiro Cássio foi para a área do Esquadrão, que conseguiu roubar a bola na defesa e ligar o contra-ataque com Régis, que percorreu todo o campo antes de decretar: Bahia 2 a 0.

FICHA TÉCNICA

Bahia 2 x 0 Corinthians

Campeonato Brasileiro – 28ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, às 18h (horário da Bahia)

Gosl : Vinícius e Régis.

Bahia : Jean, Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson, Renê Júnior, Vinícius (Matheus Sales); Zé Rafael (Allione), Edigar Junio e Rodrigão (Régis). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Corinthians : Cássio, Fágner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Camacho, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Bahia 2 x 0 Corinthians

Árbitro : Ricardo Marques Ribeiro

Assistentes : Guilherme Dias Camilo (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (todos de MG).


Torcida do Corinthians na Arena


Homenagem ao Outubro Rosa


Bahia no ataque


Vinicius abre o placar


Pressão tricolor


Régis fez o segundo gol do Bahia


Confusão na torcida do Corinthians


Torcida Tricolor fez a festa

domingo, 1 de outubro de 2017

BRASILEIRÃO A 2017 / BAHIA 1 X 1 CORITIBA


Bahia joga mal, e fica no empate com o Coritiba

Precisando muito vencer para se afastar da zona de rebaixamento, o Bahia recebeu o Coritiba na tarde deste domingo (30), na Arena Fonte Nova e empatou o duelo por 1 a 1, com Zé Rafael marcando para o tricolor e Rildo empatando para o time verde e branco. O Coxa continua sem vencer, somando agora sete jogos sem sentir o gostinho do triunfo. Já o tricolor, aguarda os resultados dos próximos jogos da 26ª rodada para saber se fica mais próximo do Z4 ou não. Dificilmente o Bahia entrará na zona de rebaixamento.

1º TEMPO:

A partida começou movimentada com um chute forte de Alan Santos do 'Coxa', porém a bola foi pra fora. Pouco tempo depois o volante Juninho do Bahia e o lateral Léo do Coritiba se estranharam e ambos receberam cartão amarelo. Aos 21 minutos, Henrique Almeida divide bola com Jean dentro da área tricolor, é atingido claramente, mas o árbitro da partida decide por não marcar a penalidade máxima. Depois deste lance o jogo esfriou um pouco e a torcida do Bahia já estava ficando impaciente, quando aos 45 minutos, o atacante Zé Rafael aproveita uma bola mal recuada do zagueiro Werley, divide ela com o goleiro Wilson, leva a melhor e faz um gol de clavícula. abrindo o placar da partida e finalizando o primeiro tempo.

2º TEMPO:

A segunda etapa começou de fato apenas aos 10 minutos, quando o Mendoza recebeu a bola, invadiu a grande área, bateu forte, porém ela explodiu no travessão e foi pro lado. Logo após este lance, o técnico Preto Casagrande chamou Régis e Edigar Junio para entrarem nos lugares de Vinicius e Mendoza, mas as substituições não fizeram efeito e o Bahia pouco criou. Quem criou foi o Coritiba, que aos 18 minutos empatou a partida numa jogada do lateral-direito Léo, que cruza a bola no segundo pau para o atacante Rildo, que se antecipa de Éverson e marca o gol. Depois deste lance as equipes protagonizaram um duelo frio e o placar continuou assim até o final da partida.

Ficha Técnica

Bahia 1 x 1 Coritiba

Brasileirão Série A – 26ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data/Horário: 30/09/2017, às 16h

Público: 20.860 / Renda: R$411.449,50

Bahia : Jean; Éverson (Matheus Sales), Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Edson, Juninho e Vinícius (Régis); Zé Rafael, Mendoza (Edigar Junio) e Rodrigão. Técnico: Preto Casagrande.

Coritiba : Wilson; Léo, Werley, Cleber Reis e Carleto; Alan Santos, Jonas (Filigrana), Matheus Galdezani e Tiago Real (Anderson); Rildo e Henrique Almeida (Keirrison). Técnico: Marcelo Oliveira.

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Bahia 1 x 1 Coritiba

Árbitro : Péricles Bassols Cortez (PE)

 Assistentes : Clóvis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE). Assistentes 

Adicionais : Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE) e Deborah Cecilia Correia (PE)


Jovem Everson fez estréia no profissional


Zé Rafael faz um gol chorado


Gol do Coritiba


Torcedor do Bahia ficou na bronca

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

BRASILEIRÃO A 2017 / BAHIA 1 X 0 GRÊMIO


Sufoco ? Bahia vence o Grêmio e deixa a zona 

Na noite deste domingo (24), o Bahia apagou a sequencia de três jogos sem triunfo e venceu o Grêmio por 1 a 0. O Esquadrão demonstrou novamente um futebol abaixo do esperado por sua torcida, mas com o gol salvador do atacante Rodrigão, em pênalti assinalado no final do jogo, a equipe conquistou os três pontos. 

O técnico Preto Casagrande manteve Rodrigão no comando de ataque e deixou Edigar Junio no banco de reservas. Durante o jogo, o que se viu foi o time visitante comandar as ações, inclusive com as melhores oportunidades de gol. Porém, no finalzinho da partida, o árbitro assinalou pênalti do lateral Edilson em cima de Allione. 

Com o triunfo, o Bahia chega aos 30 pontos, e ocupa a 13ª colocação. O Tricolor volta a campo no próximo sábado (30), às 16h, para encarar o Coritiba. O jogo também será na Arena Fonte Nova. 

FICHA TÉCNICA

Bahia 1 x 0 Grêmio – 25ª Rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Data e horário: Domingo, 24/09, às 19h

Local : Arena Fonte Nova - Salvador

Bahia: : Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson e Juninho; Vinícius (Allione), Zé Rafael (Edigar Junio) e Mendoza; Rodrigão.
Técnico: Preto Casagrande

Grêmio : Paulo Victor; Edilson, Bressan, Kannemann e Cortez; Artur, Ramiro (Patrick) e Arroyo (Everton); Fernandinho e Jael.
Técnico: Renato Gaúcho

Gol: Rodrigão (BAH)

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Bahia 1 x 0 Grêmio

Arbitro : Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP)

Auxiliares : Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF/SP)


Jael ex-Bahia agora no Grêmio


Torcida Tricolor agitaram as arquibancadas


Grêmio assustando o Bahia


Um jogo com lances polêmicos


Rodrigão faz gol salvador de pênalti


Rodrigão, acima do peso ?

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

domingo, 10 de setembro de 2017

BRASILEIRÃO 2017 A / VITÓRIA 2 X 2 FLUMINENSE


Vitória empata com Fluminense e volta ao Z-4

Após dois triunfos consecutivos fora de casa, o Vitória voltou ao Barradão para afastar o estigma de mau mandante na Série A. Porém, mesmo com o apoio da torcida o Rubro-Negro mais uma vez não conseguiu vencer e apenas empatou em 2 a 2 com o Fluminense.

Os gols do time baiano foram marcados por Neilton e Kanu, que empatou nos últimos minutos após uma virada dos cariocas. Wendel e Henrique Dourado fizeram os gols do Flu.

Com o resultado, o Leão somou apenas um ponto, foi aos 26 e voltou à zona de rebaixamento, na 17ª colocação. Agora, os comandados de Vagner Mancini voltam a campo no próximo domingo (17), contra o São Paulo, novamente no Barradão.

O JOGO

A primeira boa chance do jogo foi do Vitória, aos seis minutos. Após saída de bola errada do Fluminense, Neilton lançou Trelléz, que tentou no contrapé, mas Júlio César fez a defesa.

Aos 14, o Rubro-Negro chegou bem mais uma vez. Trelléz recebeu bola no meio do campo, driblou dois marcadores e chutou colocado. A bola passou perto da trave.

Melhor em todo o primeiro tempo, o Leão conseguiu abrir o placar aos 45. Após cruzamento de Patric, a bola passou por toda a área e sobrou para Neilton dominar e tocar no canto de Júlio César.

Mas, no primeiro lance de perigo do segundo tempo, o Fluminense chegou ao empate. Aos três minutos, após cobrança de lateral, Henrique Dourado ganhou de Wallace e chutou forte para a defesa de Fernando Miguel. Mas, no rebote, Wendel se antecipou à zaga e mandou nas redes.

Aos 18 minutos, o time baiano quase voltou à frente do placar. Caíque Sá cruzou da direita, Neilton pegou de primeira, mas Júlio César fez a defesa.

Sete minutos depois, Thallyson cruzou da esquerda, Caíque Sá desviou da pequena área, mas mandou para fora.

Aos 28 minutos, o time carioca perdeu um jogador. Robinho pisou a canela de Caíque Sá, recebeu o cartão vermelho direto e foi expulso de campo.

Aos 34, o Vitória perdeu um gol claro. Caíque Sá faz grande jogada pela direita e deixou Patric livre na área. Mas, o lateral pegou muito forte e isolou a bola.

Aos 41, o Rubro-Negro assustou mais uma vez. Caíque Sá cruzou da direita, Kanu desviou de cabeça e acertou a trave.

Mas, aos 43 minutos, Thallyson levou o torcedor ao desespero ao derrubar Wellington Silva na área e cometer pênalti.  Na cobrança, Henrique Dourado deslocou Fernando Miguel e virou a partida.

Porém, aos 48, o Leão conseguiu evitar a derrota. Após bola cruzada na área, Kanu desviou de cabeça no canto de Júlio César.

Ficha Técnica

Vitória 2 x 2 Fluminense

Brasileirão Série A – 23ª rodada

Local: Barradão, em Salvador (BA)

Data/Horário: 10/09/2017, às 16h

Cartões amarelos: Lucas, Renato Chaves, (FLU); Thallyson (VIT)

Cartões vermelhos : Robinho (FLU)

Gols : Neilto, Kanu (VIT); Wendel, Henrique Dourado (FLU)

Vitória : Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho (Thallyson); Fillipe Soutto, Uillian Correia e Patric; Neilton, David (Kieza) e Tréllez (Todinho). Técnico: Vagner Mancini.

Fluminense : Júlio César; Lucas, Renato Chaves, Henrique (Nogueira) e Marlon; Orejuela, Douglas (Robinho), Wendel e Gustavo Scarpa (Soronoza); Wellington Silva e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

Fotos por Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Vitória 2 x 2 Fluminense

Árbitro : Wagner Reway (FIFA-MT)

 Assistentes : Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Fabio Rodrigo Rubinho (MS)


Torcida do Vitória apoiando o time


Neilton abre o placar


Fluminense empata o jogo com Wendel


Gol do Fluminense de pênalti de Henrique Dourado


Kanu empata o jogo no apagar das luzes


Torcida do Fluminense Carioca

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte