segunda-feira, 30 de abril de 2018

BRASILEIRÃO SÉRIE D 2018 / FLUMINENSE-BA 5 X 0 FLAMENGO-PE


Flu de Feira aplica uma goleada histórica no Flamengo de Arco Verde

O Fluminense se reabilitou em grande estilo no Campeonato Brasileiro da Série D. Jogando esta tarde no Estádio Joia da Princesa, o tricolor feirense não tomou conhecimento do Flamengo\PE e aplicou uma goleada de 5 x 0 com dois gols de Jailson, Maranhão, Deysinho e Bambam. O time agora é o segundo colocado da chave com três pontos e um saldo positivo de quatro gols. 

Desde os primeiros minutos, o Fluminense se mostrou superior ocupando espaços, sufocando o adversário criando muitas oportunidades de marcar o gol. O time pernambucano só foi uma vez a frente, por volta dos 29 muitos quando o atacante Everton, que ganhou na corrida da zaga, mas o goleiro Andrey chegou bem na jogada evitando o perigo. 
Um minuto depois, numa rápida jogada de Deysinho, a bola chegou para Maranhão que de fora da praça mandou um chute forte vencendo o goleiro Henrique que nada pôde fazer. O Touro seguiu em cima do Flamengo e o segundo gol surgiu aos 39 minutos numa jogada individual de Jailson. O atleta ganhou uma bola na direita foi quase na linha de fundo e sem ângulo chutou fazendo um bonito gol.  O tricolor feirense continuou perdendo muitas oportunidades, mas terminou vencendo por 2 x 0 o primeiro tempo. 

Veio o segundo tempo o Flamengo\PE até buscou sair para o jogo, mas o Touro do Sertão logo retomou as ações do jogo e voltou a balançar as redes aos 12 minutos, com Deysinho que escorou de cabeça o bom cruzamento de João Carlos. O time continuou em cima e o quarto gol surgiu aos 22 minutos  com Jailson: numa jogada individual recebeu a bola e de chapa mandou no canto do goleiro Henrique. O Fluminense continuou em cima e o quinto gol surgiu aos 33 minutos com Bambam, que entrou minutos antes no lugar de Deysinho. Ele aproveitou mais uma boa jogada de Jailson, que cruzou e o atacante tocou para o fundo das redes. 

O Fluminense seguiu em cima, teve outras oportunidades, mas a partida terminou 5 x 0. O Fluminense volta a campo no próximo sábado (5), quando vai a Murici\AL jogador no Estádio José Gomes da Costa, diante do Murici, que é o lanterna da chave, sem nenhum ponto conquistado e com duas derrota na Série D.  

Fluminense-BA 5 x 0 Flamengo\PE

Local – Estádio Alberto Oliveira (Joia da Princesa)

Horário – 16 horas.

Gols – Maranhão (Fluminense – 30\1º tempo), Jailson (Fluminense 39\1º tempo); Deysinho (Fluminense – 12 min\2º tempo); Jailson (Fluminense – 22 min\2º tempo); Bambam (33min\2º tempo)

Arbitragem - Ranilton Oliveira de Sousa - MA (CBF),

Auxiliado por Carlos André Pereira Sousa - MA (CBF) e Antônio Fernando de Sousa Santos - MA (CBF). 

Fluminense – Andrey; João Carlos, Marcelo, Rafael e Roger; Diego Aragão (Adrian), Mourelândia, Jailson e Deysinho (Bambam); Maranhão (Edson) e Levi.
Técnico – Evandro Guimarães. 

Flamengo\PE – Henrique; Marcelo, Afal, Junião e Jorge; Naldinho, Aruá (Vagner Rosa), Hebert e Bibi, Everton (Willames) e Jonathas (Tulio).
Técnico – Javier Diaz. 

Cristiano Alves - Ascom Fluminense de Feira



Trio de Arbitragem : Fluminense-BA 5 x 0 Flamengo-PE

Arbitragem - Ranilton Oliveira de Sousa - MA (CBF),

Auxiliado por Carlos André Pereira Sousa - MA (CBF) e Antônio Fernando de Sousa Santos - MA (CBF). 


Torcida do Touro do Sertão


Maranhão abre o placar


Jailton marca o segundo gol


Deizinho deixa sua marca


Jailton marca 2 gols na partida


Bambam marca o 5 gol do Touro do Sertão


Pouco mais de 700 torcedores pagaram ingressos

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 16 de abril de 2018

BRASILEIRÃO A 2018 / VITÓRIA 2 X 2 FLAMENGO


Estréia ! Vitória fica no empate com o Flamengo com erros na Arbitragem

Em um jogo marcado por erros de arbitragem, o Vitória teve tudo para largar com triunfo na Série A. Mas, mostrando deficiências, o Rubro-Negro conseguiu apenas empatar com o Flamengo em 2 a 2, mesmo com um jogador a mais por quase toda a partida.

Com o resultado, o Leão marcou um ponto na largada do Brasileirão. O time baiano ficou na terceira colocação, mas deve perder posições no complemento da rodada.

O JOGO

Flamengo e Vitória fizeram um jogo polêmico no primeiro tempo. Logo aos 16 segundos o time carioca aproveitou o cochilo da defesa rubro-negra.

Em lance rápido, Lucas Paquetá recebeu na área e tocou no canto de Caíque para abrir o placar.

Mas, o Vitória chegou ao empate aos 12 minutos. Em lance confuso na área, Rhayner chutou no rosto de Everton Ribeiro, mas o árbitro viu mão e marcou pênalti. Na cobrança, Yago chutou forte no meio e empatou.

No lance, o árbitro ainda expulsou o meia do Flamengo. Com um homem a mais, o Leão passou a ter mais posse de bola, mas não conseguiu chegar à frente do placar.

No segundo tempo, o Vitória quase  virou no primeiro minuto. Uillian Correia recebeu bola na área e chutou no canto. Diego Alves se esticou para espalmar.

Mas, aos 26 minutos, a arbitragem falhou mais uma vez. EM posição de impedimento, Arão desviou de cabeça e Geovânio completou nas redes para colocar o Flamengo na frente.

Porém, a comemoração durou pouco. Aos 30, Rhayner levantou bola na área  e Denílson, sozinho, tocou de cabeça no canto para empatar. 

Nos minutos finais, o Vitória teve a posse de bola, mas não conseguiu construir boas jogadas para chegar ao triunfo. 

Vitória 2 x 2 Flamengo

Brasileirão Série A – 1ª rodada

Local: Barradão, em Salvador

Data: 14/04/2018, às 19h

Cartões amarelos: Diego (FLA); Rodrigo Andrade. Rhayner (VIT)

Cartões vermelhos : Éverton Ribeiro (FLA)

Gols : Paquetá, Réver (FLA); Yago, Denílson (VIT)

Vitória
Caíque; Rodrigo Andrade, Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Willian Farias, Uillian Correia, Yago e Alexander (Juninho); Rhayner e Denílson. Técnico: Vagner Mancini. 

Flamengo
Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuellar, Éverton Ribeiro Lucas Paquetá e Diego; Vinícius Júnior e Henrique Dourado (Arão). Técnico: Maurício Barbieri.


Trio de Arbitragem : Vitória 2 x 2 Flamengo

Árbitro : Wagner Reway (Fifa/MT) 

Assistentes : Fábio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT). 

Assistentes adicionais : Odílio Ramos dos Santos (MT) e Marcelo Alves dos Santos (MT)


Gol do Flamengo


Vitória empata com gol de pênalti


Vitória no ataque


Gol do Flamengo


Denilson marca e empata o jogo


Um público de 13 mil torcedores

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 9 de abril de 2018

MELHORES DO BAIANÃO 2018


FBF e TV BAHIA promove evento de premiação aos melhores do Baianão 2018

Seleção do Baianão tem equilíbrio entre Bahia, Vitória e Juazeirense
Bahia colocou quatro jogadores, enquanto rivais, três cada; com Neilton eleito craque, Leão domina prêmios individuais.

O campeão Bahia foi quem mais colocou jogadores na seleção dos melhores do Campeonato Baiano de 2018. O Esquadrão teve quatro atletas, em todos os setores do campo. O Vitória, vice-campeão, emplacou três.

O Leão, porém, foi quem brilhou sozinho nos prêmios individuais. O rubro-negro teve o atacante Neilton como craque e artilheiro do estadual, com sete gols. O meia Nickson, revelado na base do clube, foi eleito a revelação do campeonato, e o gol mais bonito foi o de Denílson, marcado do meio-campo, no triunfo por 3x0 sobre o Bahia de Feira, dia 4 de fevereiro, no Barradão.

O Bahia teve o lateral-direito Nino Paraíba, o zagueiro Tiago, o meia Zé Rafael e o atacante Edigar Junio entre os 11. Já o Vitória teve os volantes Fillipe Soutto e Uillian Correia, além do atacante Neilton.

O interior também foi muito bem representado. Assim como o Vitória, a Juazeirense colocou três jogadores na seleção do estadual: o goleiro Tigre, o lateral-esquerdo Deca e o meia Bruno Matos. O zagueiro Paulo Paraíba e o técnico Quintino Barbosa foram os representantes do Bahia de Feira.

Sendo assim, a seleção tem: Tigre; Nino Paraíba, Tiago, Paulo Paraíba e Deca; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Zé Rafael e Bruno Matos; Neilton e Edigar Junio. Técnico: Quintino Barbosa, o Barbosinha. O preparador físico eleito é Lucas Itaberaba, do Vitória.

Evandro Veiga/CORREIO
Neilton ganhou prêmio de craque e artilheiro do Campeonato Baiano (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

A premiação aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (9), em evento promovido pela Rede Bahia e pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), na churrascaria Boi Preto.

Presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues elogiou a edição deste ano: "Todo o campeonato foi muito bom, muito bem disputado. Exceto aquele episódio do Ba-Vi do dia 18 (de fevereiro). Ali foi um fato isolado e ficou muito claro isso. Houve a devida punição por parte dos tribunais e torcemos para que fatos como esse não se repitam. Os dois jogos finais foram emocionantes e o campeão foi dentro de campo, sem qualquer polêmica".

O diretor executivo de televisão da Rede Bahia, João Gomes, também elogiou o torneio: "Foi um campeonato muito equilibrado. Lembre do início dele, em que os times do interior se alternaram na ponta da tabela. O que nós vimos, a despeito das dúvidas sobre a força do estadual, o que eu vi foi exatamente o contrário. O torcedor baiano foi aos estádios, vimos Fonte Nova e Barradão lotados. Outro dado que temos é a audiência na TV Bahia. Então o que temos é um estadual forte. Olhando para frente, diria que ele ganha força".

O melhor árbitro é Emerson Ricardo de Almeida Andrade, e os auxiliares, Elicarlos Franco de Oliveira e Marcos Welb Rocha de Amorim. O árbitro revelação é Luanderson Lima dos Santos. O time Fair Play é o Jequié. As melhores torcidas, Jegue de Ouro (Jacobina), Cancão de Fogo (Juazeirense) e ADJ (Jequié).


Evento realizado na Churrascaria Boi Preto em Salvador


Thiago Mastroanni apresentou o evento


Os Melhores Árbitros do Baianão 2018


Neilton e Edigar Junio um dos melhores


Barbosinha o melhor técnico


Neilton e Marcelo Oliveira


Uilliam Correia, Edigar Junio e Marcelo Oliveira


Melhor árbitro Emerson


Após evento um grande almoço

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

BAIANÃO 2018 / VITÓRIA 0 X 1 BAHIA


Após 20 anos, Bahia é campeão baiano contra o Vitória no Barradão

O Bahia conquistou o seu 47° título de campeão baiano neste domingo (8). O Tricolor, que precisava de um empate para levantar o caneco, voltou a vencer o Vitória, desta vez por 1 a 0, no estádio do Barradão, pela segunda partida da final do Campeonato Baiano. O gol do triunfo foi marcado pelo volante Elton no segundo tempo de jogo. O placar do confronto agregado terminou 3 a 1 a favor do Esquadrão de Aço.

A dupla Ba-Vi volta ao campo na próxima quarta-feira (11). A partir das 19h30, o Vitória visita o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pelo primeiro jogo da quarta fase da Copa do Brasil. Um pouco mais tarde, às 21h45, será a vez do Bahia encarar o boliviano Blooming, na estreia na Copa Sul-Americana. O duelo será na altitude da cidade de Santa Cruz de la Sierra no Estádio Ramón Tahuichi Aguilera, válido pela primeira partida da primeira fase do torneio.

O JOGO

O Vitória começou pressionando o Bahia. Porém, o Leão perdeu o jovem Luan, que se machucou aos seis minutos. Anderson Batatais foi obrigado a fazer a primeira alteração e colocou Nickson no lugar da joia da base.

O volante Marco Antônio, do Bahia, errou o passe e Juninho roubou a bola. Ele ficou cara a cara com Douglas, mas o goleiro saiu bem e evitou a abertura do placar aos 10 minutos. O Vitória seguiu na blitz com três chances no minuto seguinte. Neilton cruzou, Nickson pega de primeira e Douglas faz outra grande defesa. A bola sobrou para Neilton, que bate para outra boa intervenção do arqueiro. Na terceira e última chance, Nickson chutou a bola bateu na defesa do Bahia e sai para fora.

Após as boas chegadas do Vitória, que por pouco não balançou as redes, o jogo passou a ficar mais disputado e travado. As boas marcações das defesas não deram muitos espaços para os atacantes criarem oportunidades claras de gol. Aos 36 minutos, Edigar Junio recebeu bom lançamento e conseguiu sair da marcação de Bruno Bispo. Ele invadiu a área e fez o cruzamento, mas Walisson Maia veio bem na cobertura e afastou o perigo.

Nino Paraíba fez boa jogada pela direita, indo à linha de fundo e cruzando para a área. A bola passou e sobrou para Edigar Junio, que domina e rola para Zé Rafael. O meio campista bateu rasteiro e Fernando Miguel desviou com a ponta dos dedos evitando que o placar fosse aberto aos 46.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram do vestiário com a mesmas formações que terminaram a etapa inicial.

Gol do Bahia

O Bahia abriu o placar com Elton aos dois minutos. Com a participação de Vinícius e Edigar Junio, Zé Rafael tabelou com Marco Antônio. O meio campista bateu para o gol e Fernando Miguel fez a defesa parcial. No rebote, Elton empurrou, de cabeça, com o gol vazio e fazer 1 a 0 para o Tricolor, dando um importante passo para a conquista do título.

Aos 10, Batatais foi novamente obrigado a mexer na equipe por problema física. Neilton sentiu a coxa e deixou o gramado para a entrada de Alex Baumjohann.

A primeira alteração feita por Guto Ferreira foi aos 17 minutos. Lucas Fonseca fez o corte e em seguida caiu no chão. O defensor recebeu atendimento médico e não conseguiu voltar dando lugar a Douglas Grolli. Na saída do gramado, ainda no carrinho, Lucas Fonseca deu tchau para a torcida rubro-negra. O lateral Lucas, do Vitória, que fazia o aquecimento deu um tapa no defensor rival. O clima esquentou, mas os ânimos foram devidamente contidos sem se transformar em confusão.

O Vitória quase empatou a partida aos 26. Jonatas Belusso recebeu passe, ganhou de Douglas Grolli na velocidade e bate para o gol. O goleiro Douglas fez excelente defesa impedindo o tento.

FICHA TÉCNICA

Vitória 0 x 1 Bahia

Campeonato Baiano 2018 - Final (2º jogo)

Local: Barradão, em Salvador

Data: 08/04/2018 (domingo)

Horário: 16h

Cartão amarelo : Caíque (Vitória) / Gregore, Allione (Bahia)

Gol : Elton (Bahia)

Vitória : Fernando Miguel; Rodrigo Andrade (José Welison), Walisson Maia, Bruno Bispo e Pedro Botelho; Uillian Correia, Fillipe Soutto e Juninho; Neilton (Alex Baumjohann), Jonatas Belusso e Luan (Nickson). Técnico: Anderson Batatais.

Bahia : Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca (Douglas Grolli) e Léo; Elton; Marco Antônio (Allione), Gregore, Vinícius (Régis) e Zé Rafael; Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.

Fonte : Bahia Noticias


Trio de Arbitragem : Vitória 0 x 1 Bahia

Árbitro : Raphael Claus (FIFA-SP)

Assistentes : Emerson Augusto de Carvalho e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos FIFA-SP)


Ônibus do Bahia foi apredejado


A Bola da Final


Festa linda da torcida


Juninho perde um gol feito


Nino Paraíba campeão baiano contra seu ex-clube


Elton marca o gol do titulo


haja pressão


Bahia campeão baiano 2018


Torcida do Leão lotou o barradão

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 2 de abril de 2018

BAIANÃO 2018 / BAHIA 2 X 1 VITÓRIA


Bahia vence o Vitória e reverte vantagem na grande final

O Vitória foi quem entrou em campo com a vantagem, mas o Bahia tratou de reverter. Empurrado por quase 40 mil torcedores, o Tricolor venceu o Rubro-Negro por 2 a 1, neste domingo (1º), pela partida de ida da final do Baianão.

Edigar Junio e Vinicius, em um pênalti polêmico marcaram os gols do triunfo. Luan descontou.

Com o resultado, o Esquadrão ficou a um empate do título. Já o Leão, que jogava por dois resultados iguais, agora precisa de uma vitória por um gol de diferença para ser campeão.

O JOGO

O Vitória começou o jogo assustando e quase marcou aos sete minutos. Após cobrança de escanteio. Fillipe Soutto desviou na área e Douglas se esticou para fazer grande defesa. 

O Bahia respondeu dez minutos depois. Após rebote de escanteio, Vinicius pegou de primeira e levou muito perigo ao gol rubro-negro.

Aos 23, em contra ataque, Neilton tocou para Belusso na área, mas o atacante se atrapalhou todo e desperdiçou a chance de abrir o placar.

A resposta do Tricolor foi certeira. Um minuto depois, Vinicius deu belo passe na Edigar Junior, que tocou na saída de Fernando Miguel na área para abrir o placar.

Aos 33, o Leão teve mais uma chance. Neilton recebeu bola livr3e, tentou por cobertura e a bola bateu no braço de Douglas fora da área. O time do Vitória fez pressão, mas a arbitragem interpretou como sem intenção e deu apenas amarelo ao goleiro do Bahia.

O Esquadrão ainda teve chance de aumentar no último minuto. Marco Antônio fez bela jogada pela esquerda e cruzou na área, Zé Rafael não conseguiu o desvio e a bola sobrou fácil para Fernando Miguel.

Logo no início do segundo tempo, o Bahia ganhou um pênalti. Vinicius caiu na área e o árbitro marcou falta de Fernando Miguel. Na cobrança, o próprio Vinicius descolocou o goleiro para aumentar.

Mas, aos 13, o Vitória diminuiu. Após uma bela troca de passes, Neilton serviu Luan, que tocou no ângulo de Douglas para fazer o primeiro.

Nos minutos finais, apesar das sub substituições, o Vitória não conseguiu chegar ao empate e perdeu a vantagem para o jogo de volta.

Bahia 2 x 1 Vitória

Baianão 2018 - Final (Ida)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data/Horário: 1º/04/2018, às 16h

Arbitragem : Luiz Flávio de Oliveira (FIFA/SP). 

Assistentes : Emerson Augusto de Carvalho (FIFA/SP) e Marcelo Van Gasse (FIFA/SP)

Cartões amarelos : Tiago, Douglas, Lucas Fonseca (BAH)    ; Walisson Maia (VIT)

Gols : Edigar Junio, Vinicius (BAH); Luan (VIT)

Bahia
Douglas; João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Elton (Nilton), Gregore, Marco Antônio (Allione), Vinícius (Régis) e Zé Rafael; Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.

Vitória
Fernando Miguel; Lucas, Ramon, Walisson Maia e Pedro Botelho; Fillipe Soutto, Uillian Correia, Juninho (Guilherme Costa) e Nickson (Alex); Neílton e Jonatas Belusso (Luan). Técnico: Vagner Mancini.


Trio de Arbitragem : Bahia 2 x 1 Vitória

Arbitragem : Luiz Flávio de Oliveira (FIFA/SP). 

Assistentes : Emerson Augusto de Carvalho (FIFA/SP) e Marcelo Van Gasse (FIFA/SP)


A Bola da grande final


Arena de uma torcida só


Edgar Junio abre o placar no clássico



Vinicius marca de pênalti


Luan marca para o Vitória


Feliz Bahia e Feliz Páscoa


Público Total : 39.675 / Renda Total R$ 864.596,50

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte

segunda-feira, 26 de março de 2018

BAIANÃO 2018 / BAHIA 3 X 0 JUAZEIRENSE


Bahia goleia a Juazeirense e está na final do Baianão 2018

Neste domingo (25), Bahia e Juazeirense fizeram o jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano 2018, na Arena Fonte Nova e o Tricolor goleou a equipe de Juazeiro por 3 a 0, com direito a dois gols contra e um golaço de Junior Brumado e avançou a fase final da competição.

Os jogos das finais acontecem nos próximos dias 1 (Fonte Nova) e 8 de abril (Barradão).

O JOGO

Logo aos 3 minutos de jogo, o meia Vinicius cobra uma falta na cabeça do zagueiro Lucas Fonseca, que marca o gol, mas ele estava à frente da linha defensiva e o tento foi anulado. Aos 14, Rayllan da Juazeirense cobra falta perigosa mas o goleiro Douglas estava bem colocado e fez uma boa defesa. Mas foi aos 16 minutos que o placar se abriu e com gol do Bahia. Júnior Gaúcho, contra, após cruzamento de Nino Paraíba pela direita, o volante tenta cortar e foi infeliz tocando a bola para dentro do seu próprio gol.Após o gol, o Tricolor voltou a chegar bem no ataque com uma boa jogada do Edigar Junio que deixou Vinicius de cara com o goleiro da Juazeirense. O meia chutou rasteiro e exigiu uma belíssima defesa de Tigre. O primeiro tempo foi finalizado com uma superioridade enorme do Esquadrão, que pouco foi incomodado nesta etapa.

Logo aos 13 minutos do segundo tempo, o goleiro Tigre recebe o passe de Capone na sua pequena área, fura a bola, que entra no seu próprio gol, ampliando o placar do duelo. Um minuto depois, o garoto Marco Antônio recebe a bola sozinho na grande área, ele e o goleiro adversário, mas chuta pra fora e irrita o torcedor. O técnico Guto Ferreira tirou o atacante Edigar Junio e colocou o autor do golaço da noite, Junior Brumado, que driblou quatro adversários e deu uma cavadinha com qualidade por cima do de Tigre e ampliou o marcador.

O Tricolor ainda perdeu o lateral-direito Nino Paraíba, que levou o segundo cartão amarelo na partida e consequentemente o vermelho, ficando de fora do jogo de ida da final contra o Vitória.

Bahia 3x0 Juazeirense

Baianão 2018 - Semifinal (Jogo de volta)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 25/03/2018 (domingo), às 16h

Cartões Amarelos : Salatiel, Waguinho, Eron, Capone (Juazeirense); Gregore e Nino (Bahia)

Cartões Vermelhos: Nino (Bahia)

Gols do Bahia : Júnior Gaúcho e Capone (Contra)

Público Pagante : 11.456 / Renda : R$ 179,454,00

Bahia
Douglas; Nino Paraiba, Tiago, Lucas Fonseca (Douglas Grolli) e Léo; Gregore, Elton, Vinícius, Marco Antônio (Régis) e Zé Rafael; Edigar Junio (Júnior Brumado). Técnico: Guto Ferreira.

Juazeirense
Tigre, Capone, Emílio, Eron e Deca; Waguinho, Júnior Gaúcho (Tony Galego), Jussimar e Bruno Matos (Sassá); Rayllan (Jildemar) e Salatiel. Técnico: Luis Antônio Zaluar.

Fotos Marcelo Oliveira


Trio de Arbitragem : Bahia 3 x 0 Juazeirense

Árbitro : Gleidson Santos Oliveira

Assistentes : Jucimar dos Santos Dias e Marcos Welb Rocha de Amorim


Torcida da Juazeirense na Arena Fonte Nova


Com gol contra, Bahia abre o placar


Tigre falha e leva gol


Nino foi expulso e fica de fora do BaVi


Um gol de Vídeo-Game de Júnior Brumado


Turma Tricolor


O goleiro Tigre foi consolado por amigos após falhar no gol

Por Marcelo Oliveira / VídeoPlay Esporte